Angola: contratação simplificada vs. leiloar uma vida

Angola Transparency

Angola: contratação simplificada vs. leiloar uma vida

Por Prof. N’gola Kiluange

Washington D.C – Ofereceram-no o poder de bandeja com todas as mordomias: fraude eleitoral, economia aos solavancos e com a necessidade ou não de reparação imediata.

Fingiu ser mancinho e traiu todos e tudo que lhe foi oferecido.

Da sua úlitma chefia, aparentemente, terá aproveitado essencialmente a política de contratação simplificadacomo uma isca de atração de projetos de investimento estrangeiros ou nacionais para a implementação da sua agenda política.

A contratação simplificada, se nos recordamos, sempre foi uma tática do estilo de “femme fatale” praticada pelo partido governante para aliciar os potencias concorrentes – manter o status quo e fazê-los aderir às pré-condições de acesso aos nossos recursos mineiras e financeiros.

Ao abraçar essas ópticas e filosofias estamos perante um gravíssimo problema da aplicabilidade prática moral e cívica: “Melhorar o que está bem e corrigir o que…

View original post 287 more words

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.