Angola: quem ganha com a detenção de José Mateus Zecamutchima?

Angola: quem ganha com a detenção de José Mateus Zecamutchima?

Por Prof. N’gola Kiluange

  • Artigo publicado inicialmente em 5 de Abril de 2016 – aplicável às actuais circunstâncias e intitulado: “Angola: quem ganha com o julgamento dos “15+2” e Dr. Mavungo.”
  • Nada, absolutamente nada em Angola acontece por mera coincidência

Washington D.C– O uso de evidências auto-incriminatórias pelo nosso sistema jurídico contra José Mateus Zecamutchima (líder do Movimento do Protetorado Português da Lunda Tchokwe) só vem provar o índice da debilidade moral e integridade cívica reinante entre nós!

Quando numa sociedade a promoção de prazer imediato se sobrepõe aos seus valores comuns (cívicos e éticos!),não há nada quem a salve!

Verifica-se aqui uma comercialização (política e financeira!) dos nossos presos políticos, transformados em bodes expiatórios –na aplicação duma legislação nacional disfuncional…com os tais julgamentos à “lenga-lenga”…

Entretanto, o princípio constitucional da presunção de inocência garante ao acusado de se defender “das acusações” que se lhe recaem… E o perigo nessa disfunção mental é que temos estado a utilizar as nossas próprias instituições jurídicas para condenarmos e amaldiçoarmos os frutos dos nossos próprios espermatozóides!

E como o dinheiro cegou-nos a alma e prostituiu-nos a moral, valha-nos Deus! O melhor aqui seria… sentarmo-nos… e… expormos as nossas respectivas inquietudes… Enfrentarmos a realidade tal qual for!

O desonesto,contudo, seria …continuarmos a bater numa tecla que já ceifou centenas de milhares de vidas inocentes! Por mais incrível que pareça …qualquer um de nós… tem no seu subconsciente uma solução p’ra essa terra sacrificada!

 Mas,nenhum de nós tem o direito moral, cívico e ético de agir como auto- senhorio da República … por que tal comportamento iria contra todos princípios constitucionais– os quais nos identificamos!

Eis, pois, que a realização urgente de uma Conferência Nacional, com a participação de todas as forças vivas dessa terra … devia ser encarada como uma sincera alternativa para se rencociliar os nossos respectivos interesses!?

Porque não se fazem eleições justas e imparcias … principalmente, quando os nossos meios de comunicação social e todas as estruturas do aparelho Estatal estão todas partidarizadas

A escolha é nossa!

Prof. N’gola Kiluange ( Serafim de Oliveira)

 Washington D.C

Prof.kiluangenyc@yahoo.com

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.