Angola: como Dos Santos manipula a mente dos seus subordinados

 

mafiaisabel

 

Angola: como Dos Santos manipula a mente dos seus subordinados

Por Prof.N’gola Kiluange
Washington D.C – Faziam-se passar, antigamente, por meigos e eram quase invisíveis nas artérias de Luanda, mas… hoje, acham-se mais “mandalhões” do que os próprios donos da terra!

Quando,em Luanda, Patrice Trovoada afirma existirem mais de cinco mil são-tomenses residentes e trabalhadores “ilegais” no território angolano, deviamos-nos mais é interrogar como foi possível termos chegado a este emblemático ponto de degradação moral e civica nacional!?

“Sem pretensões maiores ou fóbicas”, temos assistido ao surgimento maciço e deliberado de originários ou nativos de São Tomé e Príncipe a controlarem e manipularem ao seu bel-prazer as nossas estruturas governamentais e erário público – para daí poderem moldar o pensar e ditarem a condição de ser humano do autóctone angolano.

Na verdade, o cargo de chefe de Comunicação e Informação do MPLA na guerrilha possibilitou ao José Eduardo dos Santos compreender a vida íntima e psicologia mental e emocional (usos e costumes) do homem angolano.

Assim, Agostinho Neto e muitos dos seus comandantes de guerrilha baseavam todas suas decisões, geralmente, nas recomendações feitas por Dos Santos…

Aos poucos, José Eduardo dos Santos consegiu eliminar os “inconformistas” da politica radical do comunismo marxista-leninista dentro do próprio …só Deus sabe quantos terão perdido as suas vidas de lá pra cá!

Terá Agostinho Neto sido “‘víctima” do seu chefe de Comunicações no tempo da guerrilha …e, de cujas recomendações ultra-secretas constituiam de base das suas próprias decisões e soluções finais?

Hoje, “os manequins autóctones” ao serviços do Presidente da República contentam-se com uns cargozitos de Ministro, embaixador, dirigente semi-hierárquico do MPLA… ou seja põe-se aqui…um bacongozito, ganguelazito, kimbundozito, sulanozito etc., no dizer de Marcolino Mocos.. e pronto lá pensámos em unidade nacional…

Mas, algum dos membros desse grupo étnico-linguístico esteve presente nas assinaturas de acordo entre José Eduardo dos Santos e o governo chinês, de que resultou na vinda de mais de 500 mil chineses para o nosso país…

Foram precisamente esses acordos que permitiram Dos Santos e seus comparsas mais directos – originários ou nativos de São Tomé e Príncipe– de terem uma hegemonia política ,económica e militar contra qualquer etnia existente em Angola.

A título de exemplo, as seguintes empresas foram criadas com as assinaturas de José Eduardo dos Santos, Manuel Domingos Vicente,José Filomeno de Sousa dos Santos (Zenu) e Xu Jinghua: China Sonangol Internacional,Ediama Sonangol, China Sonangol Finance International Ltd.,China Sonangol Gas International Ltd.,China Sonangol International Ltd.,China Sonangol International Holding Ltd.China Sonangol Natural Resources International Ltd., China Sonangol International Investment Ltd., China Sonangol Natural Resources International Ltd.,Sonangol Sinopec International Ltd, China Endiama International Limited, China sonangol singapore, China sonangol shanghai petroleum co ltd, China sonangol wall street, china sonangol international airlines, Endiama China International Holding Ltd,etc.

José Filomeno de Sousa dos Santos (Zenu) viveu por algum tempo alternado em Hong Kong ( sede da China Sonangol Internacional), onde frequentou cursos para para gestão de projetos multimilionários… mera coincidência a sua nomeação de gestor do nosso fundo soberano?

Em termos económicos, Zenu é o nosso “presidente de facto”… tudo isso se tivermos em conta que a economia determina o pensar político… Basta vermos que o nosso fundo soberano tem mais poder económico do qualquer estrutura governamental para compreendermos que – afinal de contas somos governados por duas instituições financeiras: fundo soberano e governo da República de Angola.

O melhor que nos resta… e tudo isso em amor a essa terra sacrificada… o melhor seria convocarmos , neste momento, convocarmos uma Conferência Nacional com a participação de todas as forças vivas da nossa sociedade para decidirmos a reforma imediata e compulsiva de José Eduardo dos Santos…

É preciso termos em conta que os efeitos nefastos da má governação do Presidente da República poderá ter um grande impacto no pensar das nossas gerações vindouras…se a morte diária de 10 crianças angolanas no nosso hospital infatil não nos disperta a consciência – que Deus nos perdoe desse nosso sonambulismo.

Prof.N’gola Kiluange

Washington D.C
Prof.Kiluangenyc.com

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange

One thought on “Angola: como Dos Santos manipula a mente dos seus subordinados”

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.