Angola: Sr. “Jõao” Chang – o Partido Comunista Chinês é cúmplice moral da nossa criminalidade, pergunte ao Xu Jinghua!

xu jinghua (2)

Rádio Angola Unida (RAU) – 134ª Edição do programa “7 dias de informação em Angola”,apresentado no dia 18-7-2019 por Serafim de Oliveira com análises e comentários de Carlos Lopes:

– O Conselho de Administração do BM aprovou o financiamento de 1,3 mil milhões de dólares para três projetos estruturantes para apoio social, orçamental e fortalecimento do abastecimento de água à população. Archer Mangueira referiu que para o Projeto de Fortalecimento do Sistema de Proteção Social foi feita uma dotação de 320 milhões de dólares (283,9 milhões de euros), para a Operação de Apoio Orçamental foram destinados 500 milhões de dólares (443,7 milhõ de euros) e para Projeto de Água Bita, também 500 milhões de dólares. Segundo Archer Mangueira, com a aprovação dessas três operações, o volume da carteira dos projetos do BM em Angola, passa a totalizar 2,5 mil milhões de dólares (2,2 mil milhões de euros).

– A subida do preço da eletricidade em Angola está a revoltar os cidadãos, que se queixam do aumento do custo de vida, sobretudo na cesta básica e serviços essenciais. Preocupada com o novo tarifário da energia elétrica em Angola está igualmente Tânia Corimba, recordando que o país está a viver uma crise económica e financeira, onde muitos “não têm sequer o básico para comer”. Para a funcionária pública, as novas tarifas da eletricidade “vão piorar a já difícil situação dos angolanos”, questionando a “galopante subida dos impostos”, sem, no entanto, haver um percurso similar em relação aos salários.

– Um escritor, jornalista e investigador chinês que se encontra em Angola denuncia o aumento da criminalidade no país e diz que cerca de 15 cidadãos chineses foram assassinados nos últimos meses por angolanos, de acordo com dados da Embaixada Chinesa em Angola. “João” Chang acrescenta, no entanto, que a insegurança não é o mais grave e aponta o ambiente de negócios, que considera ser péssimo.

– A Oi prevê iniciar seu plano de desinvestimentos no quarto trimestre de 2019, por meio das vendas da operadora angolana Unitel e de torres de telefonia, de acordo com seu novo plano de negócios.

Perguntas e sugestões podem ser enviadas para Prof.kiluangenyc@yahoo.com. RAU – Rádio Angola Unida -Uma rádio ao serviço dos angolanos, que não têm voz em defesa dos Direitos Humanos e Combate a Corrupção, em prol de um Estado Democrático e de Direito, apostando no Desenvolvimento sustentável e na dignidade do povo soberano de Angola. Os programas da Rádio Angola Unida (RAU) são apresentados e produzidos em Washington D.C.

Escute aqui:

http://www.blogtalkradio.com/profkiluangenyc/2019/07/19/angola-52-da-populao-angolana-pobre–diz-o-banco-mundial

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.