Angola: proposta americana para ajuda de rastreo ao branqueamento de capital nacional ouvida em surdina?

image_content_116415_20190318165259Rádio Angola Unida (RAU) – 130ª Edição do programa “7 dias de informação em Angola”,apresentado no dia 06/20/30/19 por Serafim de Oliveira com análises e comentários de Carlos Lopes:
– A embaixadora dos Estados Unidos em Angola afirmou que a retoma da correspondência entre bancos angolanos e norte-americanos, suspensa em 2016, está a ser analisada pelos Governos de Washington e de Luanda, sem que esteja ainda marcada qualquer data. “O Governo, bem como o mercado, está a acompanhar todas as reformas e também as reformas do Presidente João Lourenço, bem como o trabalho do banco central e do Ministério das Finanças, para fortalecer o ‘compliance’ dos bancos privados. Tudo isso contribui para a situação em que os bancos um dia voltem”, disse a embaixadora, que também assistiu ao encontro.
– O ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto, defendeu em Luanda, uma “diplomacia com impacto real na economia e na sociedade angolana”, tendo em vista a captação de mais investimento estrangeiro para o país. No quadro bilateral, Manuel Augusto realçou a importância da eliminação dos constrangimentos, “ainda existentes”, na concessão de vistos, sobretudo aos empresários, e apelou aos chefes de missão para uma gestão “responsável e transparente” do dinheiro público.
– O general José Maria, que liderou o Serviço de Inteligência e Segurança Militar durante a presidência de José Eduardo dos Santos, é acusado de se recusar a entregar documentação sensível e de insubordinação, foi colocado dia 17 de junho, em prisão domiciliária, por decisão do Supremo Tribunal Militar
– Dívida externa angolana financiou “enriquecimento ilícito de uma elite”, afirmou João Lourenço que disse ainda, “com esta situação de injustiça”, que precisa de ser corrigida, Angola despende, por cada dólar na realização do serviço da dívida, o pagamento desses investimentos “ditos privados, na banca, na telefonia móvel, nos media, nos diamantes, na joalharia, nas grandes superfícies comerciais, na indústria de materiais de construção e outros que uns poucos fizeram com dinheiros públicos”.
Os programas da Rádio Angola Unida (RAU) são apresentados e produzidos em Washington D.C. Perguntas e sugestões podem ser enviadas para Prof.kiluangenyc@yahoo.com.

Escute aqui:

http://www.blogtalkradio.com/profkiluangenyc/2019/06/21/incluso-social-atrao-de-investimento-estrangeiro-vs-militncia-partidria

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.