Angola: resolução de litígios fora do tribunal ou acordo político?

Angola Transparency

img (1)Angola: resolução de litígios fora do tribunal ou acordo político?

*Quem vira as costas à quem?

* Amigosamigosnegócios à parte?

Washington D.C – Ao anunciar que o seu papel foi de um mero promotor de “negociação entre as partes”, a Procuradoria-Geral da República (PGR) destapou subtilmente o véu e a cortina em que se escondia?

Jean-Claude Bastos de Morais, provavelmente, ter-se-á sentado com os seus advogados na presença de representantes da PGR e “Palácio Presidencial” para negociar a sua própria liberdade e livrar-se de todas imputações objectivas que lhe recaiam…

Aceitou as condições impostas pelo governo e só ficou na cadeia até ao cumprimento cabal desses condicionantes, naquilo a que se pode chamar de “resolução de litígios fora do tribunal” …

Ora se essa previsão legal (bastante usada nos países anglófonos) foi a alternativa mais viável para rehaver os bens do Estado, a verdade é que…

View original post 321 more words

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.