Angola: responsabilidade política vs. imunidade parlamentar

mmmmm

 

Washington D.C- Rádio Angola Unida – 115ª Edição do programa “7 dias de informação em Angola”,apresentado no dia 07-3-2019, por Serafim de Oliveira com análises e comentários de Carlos Lopes:
– O Presidente Rebelo de Sousa está em visita de Estado a Angola e disse que “quem faz história todos os dias são os angolanos e os portugueses”. E considerou que cabe aos responsáveis dos dois Estados contribuírem para a melhoria de vida dos seus povos.
– João Lourenço disse na entrevista que deu a RTP, que em Angola não há fome, desconhecendo que no sul do país, já há casos de pessoas morrerem a fome.
– O Tribunal da Comarca de Cabinda ordenou a soltura 13 dos 63 activistas do Movimento Independentista de Cabinda (MIC) detidos a 1 de Fevereiro por falta de provas e fundamentos para a detenção.
– A Procuradoria anti-corrupção espanhola apresentou na passada sexta-feira a acusação provisória no caso Defex Angola. Segundo relata a imprensa espanhola, a Procuradoria pede 50 anos e sete meses de prisão para José Ignacio Encinas, ex-presidente da empresa pública espanhola, acusado de desviar mais de 50 milhões de euros em seu benefício e de autoridades e funcionários angolanos.

RAU – Rádio Angola Unida – Uma rádio ao serviço dos angolanos, que não têm voz em defesa dos Direitos Humanos e Combate a Corrupção, em prol de um Estado Democrático e de Direito, apostando no Desenvolvimento sustentável e na dignidade do povo soberano de Angola.Os programas da Rádio Angola Unida (RAU) são apresentados e produzidos em Washington D.C.
Prof.kiluangenyc@yahoo.com

Escute aqui:

https://www.blogtalkradio.com/profkiluangenyc/2019/03/08/procuradoria-anti-corrupo-espanhola-apresentou-acusao-no-caso-defex-angola

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange

One thought on “Angola: responsabilidade política vs. imunidade parlamentar”

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.