Angola: Desenvolvimento Ecónomico Sustentável vs. Poupança

idososangola12500.jpg

Washington D.C- Rádio Angola Unida (RAU) – 112ª Edição do programa “7 dias de informação em Angola”, apresentado no dia 02/14/2018 por Serafim de Oliveira com análises e comentários de Carlos Lopes:

-PAE 2019 está envolta em riscos, tanto internos como externos, destacando- se a reduzida liquidez no mercado interno, a possibilidade de depreciação do kwanza acima do previsto, a expectativa de uma revisão do OGE 2019 no segundo trimestre e a perspectiva de agravamento das condições de financiamento externas.

– A Economist Intelligence Unit (EIU) considera que a emição 2 mil milhões de dólares de dívida no segundo trimestre por parte do Executivo Angolano tem de ser “cuidadosamente gerida” para evitar dificuldades de pagamento. O plano de endividamento para este ano prevê empréstimos de 12,3 mil milhões de dólares, o que elevaria o rácio da dívida sobre o PIB para os 61% no final do ano.

– Angola produziu 1,416 milhões de barris de petróleo por dia em janeiro, uma quebra de 75.000 barris face a dezembro, segundo o relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

– O comandante-geral da polícia angolana anunciou hoje a criação de uma estratégia para prevenir e corrigir ações ilícitas daquela força, assumindo que continua a registar-se “comportamentos menos dignos de efetivos” da corporação.

– Miala consegue travar possível manifestação do Ex-Oficiais Generais reformados e com perdas de benefícios desde 2009.

RAU – Rádio Angola Unida – Uma rádio ao serviço dos angolanos, que não têm voz em defesa dos Direitos Humanos e Combate a Corrupção, em prol de um Estado Democrático e de Direito, apostando no Desenvolvimento sustentável e na dignidade do povo soberano de Angola.Os programas da Rádio Angola Unida (RAU) são apresentados e produzidos em Washington D.C. Prof.Kiluangenyc@yahoo.com.
Escute aqui:

http://www.blogtalkradio.com/profkiluangenyc/2019/02/15/angola-desenvolvimento-ecnomico-sustentvel-vs-poupana

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.