Angola:Mirex e SIE – o silêncio da voz contrária no estrangeiro!

Angola:Mirex e SIE – o silêncio da voz contrária no estrangeiro!
Por Prof. N’gola Kiluange

Washington D.C -O governo angolano, atráves do seu Ministério das Relações Exteriores e Serviço de Inteligência Externa (SIE), conduz uma campanha vendeta fora do país contra todos seus oponetes, principalmente – os activistas cívicos!…
Para lembrar… quando José Ribeiro, “director”do Jornal de Angola, questionou, em vários dos seus perdigotos inflamatórios expressos no nosso “matutino público!” – as intenções cívicas de Rafael Marques de Morais, insinuando que este último “já não aldrabava ninguém”…acredite se quiser!…pariu-se aqui uma rima com ódio ou rancor «igualito aos dias antecedentes» do 27 de Maio de 1977.

Resultado: a rótula de activista político leiloam-na como ameaça à vida, consoante à assonância pública!

A «estória» de Paulo Tuba, Hendrick Vaal Neto,Moisés João Gaspar «Kamabaya», Johnny Pinock Eduardo,Francisco da Cruz «Xico Zé», Baltazar Manuel, Eduardo Augusto Kâmbwa,etc., nunca devia ser uma “carte blanche”, usada pelo ex-embaixador França N’Dalu nos E.U.A, para silenciar a actual voz contrária do regime em Angola residente neste país ou onde quer que for!

É certo que a velha guarda germinou uma nova geração com recados específicos de «abate» ao oponente como melhor método de conquista e manutenção do poder politico…

Mas, esqueçeu-se que os seus germínios já tinham sido cadastrados antes da nascença…

As burlas dos ex-diplomatas angolanos à vários potências investidores estrangeiros nos Estados Unidos – e que depois foram transferidos para muitas capitais africanas, europeias, latino Americas, asiaticas,etc., com mesmos ou estatutos superiores – servem para chantagear maliciosamente qualquer empregador de defensor angolano dos direitos humanos nas terras do “Tio Sam” e não só?!

A descoberta da operação da máfia dormente angolana infiltrada nos bancos ocidentais nunca foi cumplicidade da actividade cívica…NUNCA!

Oxalá Luanda tome consciência, e saiba proteger os seus próprios interesseses… nunca permitir que outrem tomem suas decisões em nosso próprio nome no Capitólio dos Estados Unidos a mando do regime angolano. Oxalá não!
Prof. N’gola Kiluange (Serafim de Oliveira)
Washington DC
Prof. Kiluangenyc@yahoo.com

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

2 thoughts on “Angola:Mirex e SIE – o silêncio da voz contrária no estrangeiro!”

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.